Cartas e escritos

como de uma mãe para suas filhas

No primeiro dia da Adoração Perpétua...

No dia 11 de Janeiro de 1902, depois de muitas dificuldades, Bettina conseguiu realizar o seu maior sonho: a Adoração Eucarística Perpétua. 

Construiu a linda Igreja Corpus Domini para que, ali, Jesus ficasse exposto noite e dia, sem cessar. E permanece lá, até os dias de hoje. Atravessando as duas guerras mundiais, enchentes e desastres, Ele se manteve fiel, do altar abençoa as sentinelas/adoradores que intercedem pelo povo. 

Desde este dia, a Adoração será sempre um dos pilares da vida do Instituto das Irmãs Carmelitas de Santa Teresa de Florença e continua, sem interrupções, até hoje, ano no qual celebramos 118 anos de louvor e adoração ao Cristo Eucarístico.        

09-interno-chiesa-del-Corpus-Domini-292x
bettina sem fundo.png
debby-hudson-DR31squbFoA-unsplash.jpg

"Querida irmãs,

impossível  que imagineis  a santa satisfação de hoje. Deus somente é capaz de vos fazer compreender qual alegria sinto. Quão bom é Jesus para com aqueles que somente nele CONFIAM! 

Não tendo tempo agora, sabereis tudo amanhã.  Por hora prefiro permanecer esta noite pra agradecê-Lo, porque hoje  tive  pouco tempo para fazê-lo. Pensarei em    todas, mas de modo especial naqueles que se encontrarem  diante do  Sacrário. Amanhã de manhã, temos a Missa às 7 horas. Participarei e depois volto para Campi.

Com muita pressa vos deixo no trono do supremo Rei, onde sempre encontrareis  a vossa madre.

Com carinho,
Teresa Maria da Cruz (Bettina)